Projeto: Apoio de pé Plégo

Tenho uma postura digna de um nerd, mas já foi pior, de estilo quase senil. Quando me mudei para o quarto citado no primeiro post (ver a imagem do mesmo no link: https://inventeiro.files.wordpress.com/2011/07/quarto-baloes1.jpg?w=584&h=803) resolvi botar a mão na massa e dois dos objetos contruídos tinham como propósito trabalhar a favor de uma postura melhor. Esses eram um apoio para o pé e uma gaveta de teclado e mouse. A gaveta fica para o próximo post, então vamos a contrução do apoio de pé, batizado de Plégo, o porque do nome já já ficará evidente.

Pesquisei alguns objetos do tipo e vi dos mais simples, parecidos com caixas, desses que se vê em repartição pública, até uns avançados, com rodas e materiais espaciais. Uma característica em comum a vários deles e que me chamou a atenção foi o fato de serem articulados, para que se possa não só apoiar mas também fazer algum movimento (parece que é bom pra prevenir varizes).

Comecei com uma idéia, sem desenhos, matutei o mecanismo, mais ou menos a forma e fui atrás do material. Como bom inventeiro busquei em minhas tranqueira tudo o que pudesse ajudar a baratear os custos. No fim, saiu quase de graça, o MDF e o eucatex eu comprei na seção de sobras da Leroy-Merlin, dois pedaços a 1,99 cada; O courino era sobra de um projeto antigo; o acolchoamento é um pedaço de Contour-Pillow; os pezinhos de borracha eu reaproveitei de um notebook desativado e a cereja do bolo foram as rodinhas usadas para torná-lo articulado, foram cedidas gentilmente pela minha coleção de Lego.

Vamos ao processo. Primeiro cortei as peças de MDF, o desenho foi meio nas toras, não ficou do mais bonito, me arrependo de não ter me dado mais tempo pra isso. Mas enfim, tudo cortado com minha fiel tico-tico:

Sei que ainda não parece muita coisa, paciência internauta, em breve fará sentido.

Depois a parte que sempre fico com preguiça, lixar, não dá pra ser divertido e cansa, meu braço esquerdo já aprendeu, pra ajudar. Tudo lixado, acolchoar o apoio com o eucatex (material de prancheta) e o pedaço de travesseiro, grampeando tudo com o courino:

Despues foi pintar, usei minha fiel tinta a base de água, é uma maravilha, praticamente não tem cheiro e bom, é a base de água, nada de comprar solvente, ele sai da torneira.

Agora que entram as rodinhas de lego, pra prender elas no apoio eu furei por fora e com um pino através do furo martelei um prego com a roda já presa, formando um eixo para a mesma:

As marcações nos pregos/eixos servem para eu saber até onde eles poderiam entrar no MDF, ficando assim bem distribuídos.

Por fim, Aparafusei aqueles dois triângulos e encaixei o apoio à base, as rodinhas correm por sobre eles. Na imagem final (Fotos do amigo Vitor Schietti) dá para entender como funciona o mecanismo. É um GIF animado, clique na imagem, pode ser que demore um pouco para carregar:

Ha! Foi um projeto bacana de se fazer, muito simples, rápido e barato. Estou usando-o agora, deveras confortável!

Esse post foi publicado em Projetos cabeludos e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Projeto: Apoio de pé Plégo

  1. Romane disse:

    Mecanismo superinteressante pela simplicidade e o efeito…. Massa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s